Nosso maior engano é pensar que o que nos acontece é culpa dos outros. Nada escapa da nossa responsabilidade, estejamos conscientes ou não. Criamos ondas a todo instante, com nossos pensamentos, sentimentos e ações. O importante é perceber que tipo de onda estamos fazendo no mundo.

Porque as ondas que criamos sempre voltam para nós. Se essas ondas forem de medo, raiva, inveja, avareza, vaidade, egoísmo, carências e julgamentos, não gostaremos quando elas retornarem para nós.

Mas se forem de alegria, boa vontade, compreensão, compaixão, aceitação e Amor, ficaremos felizes em acolhe las de volta!

A felicidade é a emanação dessas ondas de Amor e o próprio retorno delas, num vai e vem contínuo, que nos enche de satisfação! Podemos dizer que a felicidade é a ‘’feliz idade’’ em que acordamos da normose, e aprendemos a habilidade de pensar, agir e sentir com inteira responsabilidade!

E como se promove esse acordar para a responsabilidade? Percebendo as ondas que retornam… Se são desagradáveis, se as emoções que afloram são negativas, provavelmente nosso modo de pensar está equivocado. As expectativas e exigências que fazemos são egoístas.

A percepção é o próprio ‘’Acordar’’. A partir da percepção é que podemos investigar a qualidade das ondas emanadas. Ou seja, começamos a mudar nosso modo equivocado de pensar. Começamos a exigir menos, fazer menos expectativas, compreender mais e aceitar mais. Começamos a entender que o mundo não existe para atender nossos caprichos.

É quando as ondas de frequências elevadas começam a mudar nossa vida. Parece que as pessoas ficam mais empáticas, amorosas, compreensivas e compassivas conosco. Mas é só o retorno do que emanamos!!!