Propósito, motivo, missão, finalidade, sentido… afinal, porque nascemos e porque vivemos? Ainda vale a pena nascer e viver neste mundo? E será que existe alguma justificativa para estarmos vivos aqui e agora, fazendo o que fazemos, e sendo quem somos? Será que tudo que perseguimos preencherá nossa vida algum dia? E será que um legado ao final da vida justifica sacrificá-la?

Neste episodio começamos com o humor de Angelo Silva mostrando que a vida não é fácil para ninguém (https://www.youtube.com/watch?v=wFiQRKJFAec ), então fizemos uma primeira reflexão sobre uma fala de Eduardo Marinho ( https://www.youtube.com/watch?v=cJQtCf9QZwE) onde pudemos constatar que o sentido da vida está na consciência. Quanto mais consciência temos, mais sentido tudo faz. E quanto mais sentido tudo faz, menos será nosso sofrimento oriundo de adversidades, pois seremos capazes de acolher as adversidades como necessária para nosso aprendizado e fortalecimento. Como dizia Viktor Frankl, o sofrimento reside na falta de sentido. Então fizemos uma segunda reflexão, novamente sobre a fala de Clóvis de Barros Filho (https://www.youtube.com/watch?v=4IMSYDGo6mA ), onde pudemos perceber que a sensação de falta de sentido provêm da crença de que nossa vida será preenchida por coisas externas, sejam elas divertimentos (que mimam nosso ego) ou utilidades (alimentadas por carência de aceitação). E o quanto, portanto, o nosso sistema político/econômico precisa alimentar essa falta de sentido dentro de nós, para continuarmos perseguindo coisas para preencher nosso saco sem fundo, e assim alimentarmos os indicadores que deixam os políticos bem nas fotos. Finalmente, após a música A Minha Trilha eu Sigo, de Nado Carvalho, refletimos sobre o sentido da vida estar somente no viver, em manifestar tudo que é natural em nós, nossa essência autônoma e colaborativa que evoluiu por milhões de anos, e que se encontra suprimida por esta utopia dos últimos 200 anos. Se estivermos manifestando nossa natureza, nossa vida terá sentido.

Ouça em:

Ouça em:

Ouça em:

Ouça em:

Assista no Youtube:

Ouça aqui: